• Deezer Mariana Baltar
  • FanPage Mariana Baltar
  • Flickr Mariana Baltar
  • iTunes Mariana Baltar
  • SoundCloud Mariana Baltar
  • Twitter Mariana Baltar
  • Youtube Mariana Baltar
Dança
|||
||
|

A dança entrou bem cedo na minha história.

Comecei a fazer aulas de balé aos 3 anos e nunca mais parei de dançar. Aos 12, parti para conhecer um bocado da dança moderna e do jazz. Aos 15, conheci a dança de salão e a dança contemporânea através do coreógrafo João Carlos Ramos, da Cia Aérea de Dança, nascida sob a lona do Circo Voador.

João Carlos Ramos foi meu grande mestre e incentivador. A Cia Aérea desenvolvia uma linguagem que misturava danças populares brasileiras – especialmente o samba – às danças moderna e contemporânea, tudo em moldes inovadores. Integrei o grupo por aproximadamente 13 anos, como bailarina e professora. Viajei em diversas turnês por Brasil, Europa e Estados Unidos, ora com espetáculos da Cia, ora em projetos de artistas como Paulo Moura, Jorge Ben Jor, Zeca Pagodinho e Dudu Nobre.

Ai a música mandou me chamar. Iniciei a carreira profissional como cantora em 2001, sempre na busca de agregar minhas duas grandes áreas de interesse: música e dança. Desenvolvo, desde então, pesquisas investigativas acerca da performance cênica do cantor.

Em 2010, a saudade de dançar efetivamente bateu forte e decidi fazer o curso de Licenciatura em Dança da Faculdade Angel Vianna, cujo foco principal é uma área que muito me interessa: a conscientização do movimento. Recebi o diploma em 2013 e penso atualmente na possibilidade de um Mestrado.

A soma música + dança acabou por me conduzir ao teatro musical. Atuei em diversos espetáculos pelo Brasil, entre eles: Geraldo Pereira, um escurinho brasileiro, Tom & Vinicius (ambos dirigidos por Daniel Herz), Império (direção de Miguel Falabella) e Ary Barroso – do princípio ao fim (direção de Diogo Vilella).

Na área de direção de movimento para músicos, assinei a direção cênica dos trabalhos mais recentes do grupo PianOrquestra. No teatro, meus trabalhos mais recentes como coreógrafa/diretora de movimento foram nas montagens de Jardim Secreto (espetáculo infantil dirigido por Rafaela Amado) e Mulheres do Brasil (musical dirigido por Sérgio Módena e Gustavo Wabner).