• Deezer Mariana Baltar
  • FanPage Mariana Baltar
  • Flickr Mariana Baltar
  • iTunes Mariana Baltar
  • SoundCloud Mariana Baltar
  • Twitter Mariana Baltar
  • Youtube Mariana Baltar
Música
|||
||
|

Sou uma cantora inquieta com um baita orgulho de ser brasileira, que reverencia o passado com os olhos voltados pro futuro.

O INÍCIO

Fazendo uma retrospectiva, hoje vejo que a minha intenção de ser cantora vem desde a infância, quando eu andava com os LPs dos meus pais debaixo do braço, especialmente os de Chico Buarque, Elis Regina, Gal Costa e Milton Nascimento. Daí eu me vestia com as roupas da minha mãe, minha avó e minha tia-avó e passava horas na frente do espelho com uma escova de cabelos que me servia de microfone.

Não tive, entretanto, na infância e na adolescência , aulas de música. Foi na área da dança que me desenvolvi em termos acadêmicos e nela me profissionalizei. Especialmente na área da dança de salão. E foi no palco, dançando com músicos incríveis como Paulo Moura e Jorge Ben Jor que a vontade de cantar me pegou de jeito. Vieram, então, as primeiras aulas de canto.

A primeira grande oportunidade surgiu em 2001, quando cantei e dancei no Projeto Gafiera Dance Brasil no Lincoln Center, em Nova Iorque, a convite de Paulo Moura e Cliff Korman. No mesmo ano, participei de um grande empreendimento: a inauguração do Centro Cultural Carioca: espaço, que tornou-se referência de boa música no Rio de Janeiro, de onde fui uma das sócias-fundadoras. Lá no CCC, ocupei as noites de sábado durante 5 anos, cantando sambas, forrós e ijexás. Foram horas de vôo essencias.

MEUS CDS

Minha estreia fonográfica foi em 2006, quando produzi Uma dama também quer se divertir. Além da boa acolhida do público e da imprensa, fui indicada ao Prêmio Tim 2007, na categoria Revelação, tive uma das faixas do CD (Samba da zona, da compositora Joyce) na trilha sonora nacional da novela das 18h da Rede Globo Negócio da China (2009) e participei do programa Som Brasil (Rede Globo), onde dividi o palco com Milton Nascimento. Cais (Milton Nascimento / Ronaldo Bastos) – uma das músicas que cantei no programa – faz parte de um tributo a Milton produzido por Guto Graça Mello para a EMI, lançado em 2009.

O Segundo CD, lançado pela Biscoito Fino em 2010, foi reflexo da mistura saudável entre o que há de mais novo e as preciosidades do imenso baú da música brasileira. No repertório, músicas inéditas de compositores como Thiago Amud, Edu Kneip, Zé Paulo Becker, Pedro Sá Moraes, Luiz Flavio Alcofra e Mauro Aguiar e regravações de compositores escolhidos a dedo, como Assis Valente e Wilson Moreira.

O terceiro CD é um projeto especial que celebra a parceria dos compositores Luiz Flavio Alcofra e Mauro Aguiar. O resultado está em Tresvarios, no qual canto 14 temas da dupla de compositores, passeando por samba, choro, valsa, marcha-rancho, fox e canções incríveis desses dois craques.

E daqui a pouco vem disco novo por aí…